terça-feira, 20 de dezembro de 2011

BOLO DE REPOLHO


01 repolho (pequeno) cortado fino
02 tomates (sem pele e sementes)picados
01 cebola picada
01 pimentão picado
100 gr de azeitonas picadas
03 envelopes de tempero em pó (sazon vermelho)
1/2 colher(chá) de sal
04 ovos
3/4 copo (americano) de óleo
02 xícaras de trigo com fermento

Misture os 7 primeiros ingredientes como se fosse uma salada.Prove o sal. Acrescente os ovos batidos, o óleo e por último o trigo com fermento. Asse em forma untada e enfarinhada por + - 30 minutos. Bom apetite.

SEMENTES SADIAS



Não permitas que pensamentos infelizes criem raízes em tua mente.
A vida não se resume aos problemas que defrontas neste momento.
Acima deles sorriem para ti inúmeras oportunidades de progresso espiritual.
Basta que confies em DEUS e faças o melhor ao teu alcance.
Por isso, aprende a selecionar os pensamentos que te visitam,
como quem separa as sementes sadias para cultivar o solo da alma.
Confiando e agindo no Bem, encontrarás forças para que floresçam
em ti a harmonia e a saúde, o amor e a luz.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA

A celebração desta festa dentro do tempo do Advento, está perfeitamente integrada dentro da Liturgia da Igreja para a qual nos convida toda a Liturgia da Palavra.

Mais do que qualquer outro tempo do Ano Litúrgico, o Advento é tempo de Maria, pois é nele que A vemos em mais íntima relação com o Seu Filho, ao Qual está unida «por vínculo estreito e indissolúvel»(LG,53).

Se o Senhor veio ao meio dos homens, se Ele vem ainda, é por meio de Maria.

N’Ela se cumpre, na verdade, o mistério do Advento.

Embora, na sua origem e no seu princípio, a Solenidade da Imaculada Conceição, que vem do século XI, não nos apareça em ligação com o Advento, contudo ela é uma verdadeira Festa de Advento.

Ela é a aurora que precede, anuncia e traz em si o Dia novo, que está para surgir no Natal.

Como Festa de Advento, a Solenidade da Imaculada Conceição constitui uma bela preparação para o Natal.

Na 1ª Leitura, o Livro do Génesis, depois de apresentar o pecado dos nossos primeiros passos com as suas respetivas consequências, apresenta-nos também a promessa do Redentor a que chamamos o Proto-Evangelho :

- “Farei reinar a inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta esmagar-te-á a cabeça, ao tentares mordê-la no calcanhar”.(Gn.3,15).(1ª Leitura).

«Maria – a Mãe do Redentor – apresenta-Se já profeticamente idealizada na promessa da vitória sobre a serpente, promessa feita aos primeiros pais, caídos em pecado.(LG.55).

Maria torna-se a Nova Eva, a Mãe de todos os redimidos, de todos aqueles que Seu Filho reconduzirá à união com Deus.

Esta maravilha operada por Deus através de Maria é aclamada no Salmo Responsorial :

- “Cantai ao Senhor, um cântico novo, pelas maravilhas que Ele operou”.

Na 2ª Leitura, S. Paulo diz aos Efésios e hoje também a todos nós, que o plano admirável de Deus a respeito dos homens, destruído pela desobediência de Adão E Eva, é restaurado por Cristo.

N’Ele todos os homens são convidados a participarem, pela graça, na filiação natural e divina de Cristo, para se tornarem filhos adoptivos de Deus, baptizados no Sangue Redentor, constituídos num estado de Santidade : «santos e irrepreensíveis».

- “Destinou-nos de antemão a sermos Seus filhos adoptivos mediante Jesus Cristo”.(2ª Leitura).

Primícias desta nova criação é Maria, eleita para Mãe do Filho de Deus, por Ele redimida de modo sublime, figura e Mãe da Igreja.

O Evangelho de S. Lucas apresenta-nos o mistério da Encarnação com a anunciação do Anjo e a aceitação de Maria, sem a qual esse mistério se não podia realizar.

O privilégio da Imaculada Conceição, como, de resto, todos os seus outros privilégios, fundamenta-se na eleição de Maria para Mãe virginal do Salvador e, portanto, Mãe de Deus : eleição livre e amorosa da parte de Deus ; eleição livre e amorosamente aceite por Maria, a Qual, em contraste com Eva, soube dizer a Deus a única palavra, que Ele tem direito de ouvir de todos nós : SIM !.

- «Eis a serva do Senhor, faça-se em Mim, segundo a tua palavra».(Evangelho).

A cena da Anunciação a Maria é a página da cooperação de Maria na obra da salvação.

O Concílio acentuou fortemente, como faziam os antigos Padres da Igreja, que Maria trouxe à obra de Cristo não uma inerte passividade, mas uma operosa atividade.

O seu SIM foi mantido e acentuado em toda a sua vida até ao Calvário, onde oferece Cristo que se oferecia pela nossa salvação.

Maria ensina aos homens de hoje que entrar no mistério de Cristo, querer operar a salvação, é pôr-se ao “serviço”.

Escolhida para Mãe, declara-se “serva”.

A Imaculada Conceição de Maria é um direito de Jesus, «também nisto o mais feliz dos homens, pois pôde cumular a própria Mãe de todo o bem, tanto quanto lhe exigia o amor : o Seu era infinito».

O tema da Imaculada é central no Advento, que se prepara para reviver o Mistério da Redenção em acontecimentos nos quais a graça irrompe superabundantemente.

A Encarnação do Verbo, a exultação do Precursor no seio materno, o “Magnificat”, o “Glória!” dos Anjos, a alegria dos pastores, a luz dos magos, a consolação de Simeão e de Ana, a teofania no Jordão, tudo são acontecimentos que antecipam os sinais dos tempos novos.

A liturgia torna presente no meio da nossa Assembleia a força que preservou a Virgem do pecado.

De facto, celebra na Eucaristia o mesmo Mistério da Redenção, de cujos benefícios Maria foi a primeira a gozar e do qual nós participamos, segundo a nossa fraqueza e as nossas forças.

Maria faz parte do Mistério de Cristo.

Onde havia abundado o pecado, a graça superabundou.

A Imaculada é o “sinal” de que, com a ressurreição de Cristo, o mal já está vencido “de início” se uma criatura pôde ser cheia de graça desde o primeiro instante da sua existência.

Maria Santíssima, subtraída do pecado “original” é tamém a garantia de que, no mundo, o bem é mais forte e mais contagioso do que o mal.

Com ela, a primeira redimida,tem início uma história de graça “contagiosa”.

Finalmente, a sua vida de Imaculada atingiu o fulgor do seu amor por Deus e pelos homens.

Pelo Proto-Evangelho, toda a humanidade ficou assim integrada no plano da História da Salvação.

.................

Sobre a Imaculada Conceição da Virgem Maria, diz o Catecismo da Igreja Católica :

492. – Esta «brilhante santidade singular», de que foi “enriquecida desde o primeiro instante da sua conceição”,(LG 56), vem-lhe totalmente de Cristo : foi “remida dum modo mais sublime, em atenção aos méritos de seu Filho”(LG 53). Mais que toda e qualquer outra pessoa criada, o Pai a “encheu de toda a espécie de bênçãos espirituais (nos céus) em Cristo”(Ef.1,3). N’Ele a escolheu antes da criação do mundo, para ser na caridade santa e irrepreensível na sua presença.(cf.Ef.1,4).





JOHN NASCIMENTO

domingo, 9 de outubro de 2011

28º Domingo do Tempo Comum

"Todos nós somos convidados a amar a Deus sobre todas as coisas. Deus nos dá o livre arbítrio de se assentar ou não assentar na mesa com Ele. Deus respeita a liberdade de suas criaturas em escolher entre a graça e o pecado. Entretanto esta liberdade não dá ao homem o direito de querer ocupar o lugar de Deus. Nós não devemos ser iguais aos primeiros convidados que se fecharam em si mesmo, com auto-suficiência."

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

terça-feira, 4 de outubro de 2011

PARA MEDITAR...


Jeremias 1:12: “eu velo sobre a minha palavra para a cumprir”.
Neste dia o Espírito Santo me conduz a falar-lhe: Não desanime diante da espera, não desista de seus sonhos, não acredite na mentira de que pra você não tem jeito. Porque, se o inferno tem se levantado contra ti, se a tempestade tem sido grande, se as perseguições tem roubado a sua força, lembre-se que o Senhor jamais se esqueceu de ti e que Ele vela pela Sua Palavra. Não desanime, não pare de lutar porque, se os gigantes que se levantaram são numerosos é porque a vitória que Deus tem para você é muito maior.

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A garganta inflama quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O corpo engorda quando a insatisfação e a carência apertam.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.

“ O Plantio é livre, a colheita, obrigatória!!!”

sábado, 24 de setembro de 2011

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA MISSA DE 1ª EUCARISTIA

Comunidade Santo Antonio - Mata da Serra
Dia: 02 de Outubro de 2011 ( Domingo próximo)

- OS CATEQUIZANDOS DEVEM ESTAR NA IGREJA ÀS 8:00HORAS.
- Confissões terão inicio às 8:30 horas
- Missa será logo após as confissões ( 9:00 horas)

  • Antes da Missa, os Pais e Familiares, devem lembrar as crianças para que participem com atenção e devoção nas orações da missa, cantos e respondendo as orações.
  • NÃO CHUPAR BALAS OU MASCAR CHICLETES DURANTE A CONFISSÃO E MISSA.
  • AS PESSOAS QUE FOREM FOTOGRAFAR DEVEM TER O DEVIDO RESPEITO QUANTO AO SEU POSICIONAMENTO ( Evitar ficar a frente do Altar , atrapalhando a missa)

PROCISSÃO DE ENTRADA

  • As crianças entrarão duas a duas com as mãos juntas (como anjinhos);
  • Cada banco será ocupado por 07 crianças;
  • As crianças deverão ficar de pé quando chegarem.

COMUNHÃO

  • A comunhão será dada sob duas espécies (corpo e sangue de Jesus), lembrar as crianças que elas devem falar "Amém" e logo após abrir a boca para receber a comunhão. O gesto deve ser feito com lentidão, respeito e dignidade;
  • No momento da comunhão, se organizarem em fila, de modo que cada criança de cada vez se aproxime do padre;
  • Orientar as crianças para que permaneçam em silêncio, rezando após comungarem. Não é preciso ajoelhar-se após a comunhão, podem ficar sentados com a cabeça baixa, rezando.

APÓS A MISSA

  • Lembrar que ,antes do canto final, haverá uma homenagem do catequizando RAFAEL LUIS que tocará a música "Nossa Senhora" de Roberto Carlos;
  • Após o canto final, todas as crianças devem permanecer em seus lugares. A catequista irá chamar cada criança pelo nome no microfone para entregar a lembrança e tirar foto.
  • Logo depois da entrega das lembranças, as crianças subirão ao presbitério para tirar uma foto com a turma, o Padre e a Catequista.

Agradeço a todos e peço que orem a Deus para que tudo corra em mais perfeita Harmonia...

FORMAÇÃO DE CATEQUESE

Hoje (24/09/2011) às 14 :00 horas
Na EMEF "Iolanda Schineider" em Porto Canoa.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O SINAL DA SANTA CRUZ

O sinal da cruz não é apenas um gesto simbólico. Cada uma das suas três partes tem um significado. Com o dedo polegar inicia-se:
Pelo sinal, da Santa cruz. Esta cruz é feita na testa. O seu significado é livrar a nossa mente dos pensamentos ruins, negativos e desanimadores.

Livra nos Deus, Nosso Senhor. Este sinal é feito em cima de nossa boca. O seu significado é poupar a nossa palavra de magoar, ferir e até mesmo matar quem nos ouve. Sabia que a palavra mata, fere? Assim, nós pedimos, com o sinal da cruz, que saiam de nossa boca só palavras de paz, amor, encorajamento e fé.

Dos nossos inimigos. Este sinal é feito sobre o nosso peito. O seu significado é proteger o nosso corpo, o nosso coração, de todos aqueles que nos quiserem fazer o mal. E que este mal jamais parta de nós mesmos.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém. Façamos o sinal da cruz com a mão direita aberta, toque a testa com a ponta dos dedos, dizendo: “Em nome do Pai …” desça em linha vertical até a altura do estômago: “…e do Filho…” leve a mão ao ombro esquerdo: “…e do Espírito Santo”…, leve a mão ao ombro direito e conclua: ”Amém”. E não precisa dar o “tapinha na boca” nem beijar os dedos. Devemos sempre através de nosso exemplo de Cristãos autênticos buscar corrigir nossos irmãos que ainda não conhecem e ensiná-los o significado importantíssimo do sinal da cruz, usando-o é claro, o bom senso para não ferir nem magoar ninguém. Sinal este que hoje, muitas vezes, passa despercebido seu verdadeiro significado.



domingo, 28 de agosto de 2011

sábado, 27 de agosto de 2011

PAI NOSSO DO CATEQUISTA



PAI NOSSO DO CATEQUISTA

PAI - NOSSO QUE ESTAIS NO CEU,
Pai de todos nós, vossos seguidores
Pai presente na missão de todos os catequistas
Pai que estais presente nos catequizandos que formamos
Pai, primeiro catequista da humanidade e mestre de sabedoria.

SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME;
Santificado seja o vosso nome nas palavras que pronunciamos
Santificado seja o vosso nome no tempo que dedicamos aos catequizandos
Santificado seja o vosso nome pelo catequista que somos.

VENHA NOS O VOSSO REINO,
Reino de paz e humanidade
Reino de fé e Constancia
Reino de forca e coragem
Reino de serviço e doação

SEJA FEITA A VOSSA VONTADE, ASSIM NA TERRA COMO NO CEU;
Seja feita a vossa vontade nas palavras que dizemos
Seja feita a vossa vontade em tudo que testemunhamos
Seja feita a vossa vontade no testemunho que damos
Seja feita a vossa vontade no coração de todos.

O PAO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE;
Dai-nos o pão da esperança e segurança
Dai-nos o pão da vossa Palavra, o Evangelho.
Dai-nos o pão para comer, pão que sacia a fome.
Dai-nos o pão da fé e do vosso Amor, a Eucaristia.

PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS , ASSIM COMO NÓS
PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO
;
Perdoai nossa fraqueza na fé
Perdoai nosso desanimo e descompromisso cristão
Perdoai nossa não correspondência ao vosso amor
Perdoem todos os que praticam o mal

E NAO NOS DEIXEI CAIR EM TENTACAO, MAS LIVRAI-NOS DO MAL
Livrai-nos da tentação, da ambição e do orgulho
Livrai-nos da tentação de não falar em nome da vossa igreja
Livrai-nos da tentação do comodismo
Livrai-nos da tentação de não professar, com atos, a fé que assumimos.

AMEM !

CARTA DE UM CATEQUIZANDO

“Eu tenho 12 anos, mas já tenho condições de pensar e me expressar. O recado que eu deixo aqui, é direto para você, meu catequista. Não lhe conheço bem, mas sinto pelo seu jeito, que posso em ti confiar. Por isso o meu recado vem recheado de boas intenções, mas, como é próprio de qualquer jovem adolescente da minha idade, também tem um pouco de ameaça. Sou um adolescente imprevisível. Alguns me chamam até de “aborrescente”. Sei que você vai entender, leia com atenção este meu pedido. Não estou bem, ando meio confuso. Dizem que é normal acontecer isso na minha idade. Todos parecem saber de tudo que acontece na cabeça de alguém que tem 11, 12, 13 anos. Mas, ao mesmo tempo em que dão palpites e conselhos, também parecem não saber quase nada. Ninguém me ajuda e poucos me apóiam. Por isso, sei que posso confiar em ti, meu catequista, de quem nem ao mesmo sei o nome. Este recado que te deixo pode servir para muito outros jovens da minha idade e para muitos catequistas da sua idade. É um alerta que eu faço. Embora eu tenha pouca idade, leio bastante, domino a internet e quando quero, escrevo bastante.

Será que você pode me ajudar?

Talvez não acredites muito em mim por tudo que falam a respeito dos que possuem a minha idade. Mas quero ser direto, sem rodeios, para começo de conversa. Pesquisando num site sobre a juventude de hoje, achei esta frase de São João Calábria e ela me serviu de inspiração para te enviar esta carta: “eu sou de quem me conquistar”. Forte é frase, não é? Então, siga lendo o que te escrevo abaixo.

Se não me deres atenção, um pouco de carinho ou até mesmo um sorriso quando eu chegar, posso ser conquistado pela desobediência e de ti não gostar.

Eu sou de quem me conquistar. Se não me ensinas a importância da oração e não rezas comigo, como saberei rezar? Se me dizes que Deus é vingativo, assustador e perverso, como poderei gostar?

Eu sou de quem me conquistar.

Se não me ensinas o respeito, se não me dás atenção e comigo não dialogas, se não te interessas pela minha vida, posso ser conquistado a qualquer momento pelo desamor, pela inconstância e pelo mundo. É desses sentimentos que vou me aproximar.

Eu sou de quem me conquistar.

Se não tiveres paciência com a minha inconstância, não serei do caminho que você está querendo me indicar. Teimosamente seguirei um caminho oposto, pois é da minha índole ser assim. Sou jovem, muito jovem, adoro contrariar.

Eu sou de quem me conquistar.

Se te apresentas como meu catequista e não colocas em teus atos a alegria e se não sinto em você vontade, ânimo e crença naquilo que fazes, não direi sim ao teu convite e como poderei, em ti confiar?

Eu sou de quem me conquistar.

Se te negas e me apresentar um Deus atraente, alegre, justo, ético, continuarei tentado a outros convites aceitar. Se não insistes comigo, as drogas, as bebidas, o cigarro, a violência, o sexo fácil, a indiferença e o consumismo irão insistir. Se não me conquistas, serei, por certo, mais um a aumentar as estatísticas dos que se dizem “sem religião” .

Se reclamas de mim e te recusas a enfrentar os desafios que se apresentam para esta conquista, agirei de forma a te afrontar. E se não fores forte, resistente e confiante da tua missão, também tu desanimarás.

E sou de quem me conquistar. Conquiste-me. Pare de reclamar. Aprofunde seus conhecimentos, busque ajuda ao ajoelhar. Eu rezo pouco, mas vivo ouvindo de muitos adultos, assim como você, meu catequista, o quanto é importante rezar. Mas pelo menos tente, queira me conquistar. Você lida com pessoas, não tem como fugir disso. Por isso, tente, insista, prossiga nos seus desejos de conquista. Cause em mim uma boa impressão e lembre-se, não te darei uma segunda chance de me causar uma primeira boa impressão.

Empenhe-se por mim, é o que eu te peço. Eu valho a pena, preciso do teu ardor e da tua coragem. Não sou tão terrível assim. Quando eu estiver distraído, me olhe com amor e não com raiva. Quando eu não quiser rezar na hora em que você pede, tenha compaixão comigo e não me transforme num vilão. Se eu não fiz a tarefa que me pediste, peça de novo, insista. Se não te dei um abraço, me abrace você. Se meus pais não te procuram para conversar, procure-os. Eu preciso muito de alguém que mostre interesse por mim. Fale de mim para os meus pais. Talvez assim, eles percebam que eu existo.

Eu sou de quem me conquistar.

Não desista de mim. Eu quero tanto aprender um pouco mais daquilo que você se propõe a ensinar.

Basta para isso que você realmente queira me conquistar."

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

VOTE EM MIM!!!

Olá, amigos que me acompanham. Paz e bem!!!
Estou concorrendo a promoção do "dia do Catequista",
no blog da amada SHEILA .
Gostaria de contar com você , é só entrar no blog"Semeando Catequese " e
votar na enquete: "EM QUAL CATEQUISTA VC VEIO VOTAR?"
votar em BEATRIZ...

click no link e vote em mim.

Grande bjo.

sábado, 20 de agosto de 2011

HOJE 8ª FORMAÇÃO DE CATEQUESE / 2011 - PARÓQUIA SÃO PAULO APÓSTOLO

NA ESCOLA IOLANDA SHINEIDER, EM PORTO CANOA.
DAS 13:30 ÀS 17:30 HORAS.

NOSSA MISSÃO...BENÇÃO PURA!!!

video


Desde o ventre da minha mãe
Já me conhecia
Antes que eu nascesse
Jesus me escolheu

Hoje a minha vida
É para o seu louvor
Sigo anunciando o seu eterno amor

Aonde mandar eu irei
Seu amor eu não posso ocultar
Quero anunciar para o mundo ouvir
Que Jesus é o nosso Salvador.(2x)

Grato eu estou Senhor
Porque me confiaste
A missão de proclamar o seu eterno amor

Mesmo sendo tão pequeno
Me deste autoridade
De em seu nome anunciar
A paz e a liberdade

Aonde mandar eu irei
Seu amor eu não posso ocultar
Quero anunciar para o mundo ouvir
Que Jesus é o nosso Salvador. (2x)

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

SOU PARTE DA FAMÍLIA DE DEUS


Quando rezamos o Credo, professamos ser parte da família de Deus dizendo:
  • No Símbolo dos Apóstolos: " Creio...na Santa Igreja Católica..."
  • E no Símbolo Niceno-Constantinopolitano: "Creio na Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica."
MAS, O QUE SIGNIFICA: UNA, SANTA, CATÓLICA E APOSTÓLICA?

UNA: tem um só Senhor, confessa uma só fé, nasce de um só Batismo, forma um só Corpo, vivificado por um só Espírito, em vista de uma única esperança, no fim da qual serão superadas todas as divisões.
SANTA: o Deus Santíssimo é seu autor; Cristo, seu Esposo, se entregou por ela para santificá-la; o Espírito de santidade a vivifica. Embora congregue pecadores, ela é imaculada. Nos santos, brilha a santidade da Igreja; em Maria, esta já é toda santa.
CATÓLICA: anuncia a totalidade da fé; traz em si e administra a plenitude dos meios de salvação; é enviada a todos os povos; dirige-se a todos os homens; abarca todos os tempos; ela é, por sua própria natureza, missionária.
APOSTÓLICA: está construída sobre fundamentos duradouros; "os doze Apóstolos do Cordeiro"(Ap. 21,14); ela é indestrutível; é infalivelmente mantida na verdade; Cristo a governa através de Pedro e dos demais apóstolos, presentes nos seus sucessores, o Papa e o colégio de Bispos.

A IGREJA NO MUNDO: DEUS PRESENTE NA HISTÓRIA

(ENCONTRO DA CRISMA - 12/08/2011)
" Para oferecer a todos o mistério da salvação e a vida que vem de Deus, a Igreja deve se inserir em todos esses grupos humanos como Cristo que, por sua encarnação, sujeitou-se às condições culturais e sociais daqueles com quem conviveu." (AG, n.1110)

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

CELEBRAÇÃO 20º DOMINGO DO TEMPO COMUM – 14/08/2011 – ANO A

ÍNICIO DA SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA E DIA DOS PAIS

ACOLHIDA

Animador (a) - Queridos irmãos e irmãs, paz e bem a todos vocês que vieram celebrar o mistério de

nossa fé em Cristo Jesus. Neste dia rezamos pela vocação paterna e iniciamos a Semana Nacional

da Família que tem como tema:

Animador(a) - A vocação de todo batizado é ser discípulo missionário de Jesus, a serviço da vida.

É na família, primeira escola da fé, fonte de valores humanos e cívicos que vamos desenvolvendo a

nossa vocação cristã. Rezemos a Deus para que a família brasileira seja reflexo da Sagrada Família

de Nazaré. Felizes por estarmos reunidos na casa do Pai, cantemos.

Reunidos pela Santíssima Trindade para celebrarmos os santos mistérios, façamos o sinal de nossa fé.

EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO. AMÉM.

Irmãos e irmãs, que a paz e a fé da parte de Deus, o Pai, e de nosso Senhor Jesus Cristo, estejam conosco. BENDITO SEJA DEUS...

RECORDAÇÃO DA VIDA

Animador(a): Estamos aqui para conviver, para refletir e celebrar a vida de nossos pais, de nossas famílias. Queremos resgatar um gesto muito antigo, pedir a bênção ao papai.
TODOS: A BÊNÇÃO, PAI!
PAIS: DEUS TE ABENÇOE, MEU FILHO! DEUS TE ABENÇOE, MINHA FILHA!
(Todos se abraçam, para que este seja o momento da bênção e do abraço).
Animador(a): "Das muitas coisas do meu tempo de criança guardo vivo na lembrança o aconchego do meu lar". Vamos trazer presente os momentos alegres na nossa convivência com papai e mamãe. (Partilha)
Animador(a): "Eu tantas vezes vi meu pai chegar cansado, mas aquilo era sagrado: um por um ele afagava". Como tem sido, nos dias de hoje, o afago, o carinho, o olhar e o sorriso do pai para a mãe, para os filhos e filhas? (Partilha)

ATO PENITENCIAL

Animador(a): Sabemos que muitas famílias não vivem de acordo com os preceitos cristãos, os valores morais não são levados em conta, o que contribui para a desunião no seio da família. Imploremos a misericórdia do Pai pelas vezes que não contribuímos na promoção da união, do diálogo em nossas famílias (pausa). Cantemos, manifestando nosso arrependimento e buscando o perdão de Deus.

Animador(a): Deus de Amor tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza a vida eterna. Amém.

GLÓRIA

Animador (a): Glorifiquemos o nosso Deus, cantando.

ORAÇÃO DO DIA

OREMOS: Ó Deus da vida, preparastes para quem vos ama bens que nossos olhos não podem ver.

Acendei em nossos corações a chama da caridade para que, amando-nos em tudo e acima de tudo,

corramos ao encontro das vossas promessas que superam todo desejo. Por Cristo, vosso Filho, na

unidade do Espírito Santo. AMÉM.

LITURGIA DA PALAVRA

A palavra que ouviremos nos mostra que nem todos estão dispostos a acolher o chamado de Deus. Em contrapartida, a atitude da mulher Cananéia é de tamanha fé, que comove o coração de Jesus.

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS (56,1.6-7)

SALMO RESPONSORIAL (66)

QUE AS NAÇÕES VOS GLORIFIQUEM, Ó SENHOR. QUE TODAS AS NAÇÕES VOS

GLORIFIQUEM!

LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS ROMANOS (11,13-15.29-32)

EVANGELHO

Aclamemos o santo Evangelho, cantando.

PROCLAM. DO EVANG. DE JESUS CRISTO SEGUNDO S. MATEUS (15,21-28)

PARTILHA DA PALAVRA

PROFISSÃO DE FÉ

Animador (a): A exemplo da mulher cananéia, professemos nossa fé. CREIO EM DEUS PAI...

PRECES

Animador(a): Na certeza de que seremos atendidos, elevemos a Deus as nossas preces, dizendo:

LEMBRAI-VOS, SENHOR, DO VOSSO POVO!

- Que pais, mães e filhos reconstruam um mundo amigo, acolhedor e tranqüilo, rezemos.

- Que pais, mães e filhos encontrem tempo para se olharem, mansamente, e cultivarem o diálogo, rezemos:

- Que pais, mães e filhos possam se encontrar a cada dia e aprofundar a beleza da convivência, da alegria e do amor partilhado, rezemos:

- Que pais, mães e filhos transbordem afeto e carinho dentro de casa, porque afinal tudo passa...mas afeto e ternura permanecerão.

Animador(a): Ó Deus, que escutaste as súplicas da mulher Cananéia, atendei a oração que vosso povo

apresentou. Por Cristo, nosso Senhor. AMÉM.

APRESENTAÇÃO DOS DONS

Animador(a) - A Palavra de Deus hoje nos revela que Jesus veio para todos e que o seu grande projeto é estabelecer a unidade do seu povo. A fé e o amor são condições que nos levam à salvação. Como pais e cristãos não podemos deixar que o pecado destrua a união de nossas famílias e comunidades.

Animador(a) - Apresentemos ao altar do Senhor a vida de todos nós, batizados, e hoje especialmente de nossos pais no compromisso de viver o amor, o diálogo, o respeito na família, na comunidade e na sociedade.

Uma família ergue diante do altar o quadro ou imagem da Sagrada Família e a faixa com o tema da Semana Nacional da Família enquanto se canta.

PAI NOSSO / ABRAÇO DA PAZ / COMUNHÃO

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

OREMOS: Unidos a Cristo por esta celebração, nós vos imploramos, ó Deus de amor, que, assemelhando-nos a Ele aqui na terra, participemos no céu da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor. AMÉM.

HOMENAGENS

NOTÍCIAS E AVISOS

BENÇÃO FINAL

CANTO FINAL

sexta-feira, 29 de julho de 2011

APENAS UMA LINDA HISTÓRIA...

Café da manhã no McDonald's (autoria desconhecida)

Esta é uma bela história e é também uma história real, por favor, leia-a até o fim! (Após o final da história, alguns fatos bastante interessantes!)


Sou mãe de três crianças (14, 12 e 3 anos) e recentemente terminei a minha faculdade.


A última aula que assisti foi de sociologia...


O professor dava as aulas de uma maneira inspiradora, de uma maneira que eu gostaria que todos os seres humanos também pudessem ser.


O último projeto do curso era simplesmente chamado "Sorrir"...


A classe foi orientada a sair e sorrir para três estranhos e documentar suas reações...


Sou uma pessoa bastante amigável e normalmente sorrio para todos e digo oi de qualquer forma. Então, achei que isto seria muito tranquilo para mim...


Após o trabalho ser passado para nós, fui com meu marido e o mais novo de meus filhos numa manhã fria de Março ao McDonald's.


Foi apenas uma maneira de passarmos um tempo agradável com o nosso filho...


Estávamos esperando na fila para sermos atendidos, quando de repente todos a nosso redor começaram a ir para trás, e então o meu marido também fez o mesmo...


Não me movi um centímetro... Um sentimento arrebatador de pânico tomou conta de mim, e me virei para ver a razão pela qual todos se afastaram...


Quando me virei, senti um cheiro muito forte de uma pessoa que não toma banho há muitos dias, e lá estava na fila dois pobres sem-teto.


Quando eu olhei ao pobre coitado, próximo a mim, ele estava "sorrindo"...


Seus olhos azuis estavam cheios da Luz de Deus, pois ele estava buscando apenas aceitação...


Ele disse, Bom dia!, enquanto contava as poucas moedas que ele tinha amealhado...


O segundo homem tremia suas mãos, e ficou atrás de seu amigo... Eu percebi que o segundo homem tinha problemas mentais e o senhor de olhos azuis era sua salvação..


Eu segurei minhas lágrimas, enquanto estava lá, parada, olhando para os dois...


A jovem mulher no balcão perguntou-os o que eles queriam...


Ele disse, "Café já está bom, por favor...", pois era tudo o que eles podiam comprar com as poucas moedas que possuiam... (Se eles quisessem apenas se sentar no restaurante para se esquentar naquela fria manhã de março, deveriam comprar algo. Ele apenas queria se esquentar)...


Então eu realmente sucumbi àquele momento, quase abraçando o pequeno senhor de olhos azuis...


Foi aí que notei que todos os olhos no restaurante estavam sobre mim, julgando cada pequena ação minha...


Eu sorri e pedi à moça no balcão que me desse mais duas refeições de café da manhã em uma bandeja separada...


Então, olhei em volta e vi a mesa em que os dois homens se sentaram para descansar... Coloquei a bandeja na mesa e coloquei minha mão sobre a mão do senhor de olhos azuis...


Ele olhou para mim, com lágrimas nos olhos e me disse, "Obrigado!!"


Eu me inclinei, acariciei sua mão e disse "Não fui eu quem fiz isto por você, Deus está aqui trabalhando através de mim para dar a você esperança!!"


Comecei a chorar enquanto me afastava deles para sentar com meu marido e meu filho... Quando eu me sentei, meu marido sorriu para mim e me disse, "Esta é a razão pela qual Deus me deu você, querida, para que eu pudesse ter esperança!!"...


Seguramos nossas mãos por um momento, e sabíamos que pudemos dar aos outros hoje algo pois Deus nos tem dado muito.....


Nós não vamos muito à Igreja, porém acreditamos em Deus...


Aquele dia, me foi mostrada a Luz do Doce Amor de Deus...


Retornei à aula na faculdade, na última noite de aula, com esta história em minhas mãos.


Eu entreguei "meu projeto" ao professor e ele o leu...


E então, ele me perguntou: "Posso dividir isto com a classe?"


Eu consenti enquanto ele chamava a atenção da classe para o assunto...


Ele começou a ler o projeto para a classe e aí percebi que como seres humanos e como partes de Deus nós dividimos esta necessidade de curarmos pessoas e de sermos curados...


Do meu jeito, eu consegui tocar algumas pessoas no McDonald's, meu filho e o professor, e cada alma que dividia a classe comigo na última noite que passei como estudante universitária...


Eu me graduei com uma das maiores lições que certamente aprenderei:


ACEITAÇÃO INCONDICIONAL.


Que muito amor e muita compaixão seja enviada a todos que lerem esta mensagem e aprenderem a:


AMAR AS PESSOAS E USAR AS COISAS


E NÃO AMAR AS COISAS E USAR AS PESSOAS...

Pensem!!!!!!!!!!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

OS APÓSTOLOS E DISCÍPULOS


Caminhando ao longo do mar da Galileia, viu dois irmãos, Simão, que é chamado Pedro, e seu irmão André, os quais lançavam ao mar uma rede, pois eram pescadores”.


A palavra Apóstolo, significa Aquele que é enviado.

Na Igreja os doze Apóstolos, foram escolhidos e chamados por Jesus Cristo para serem os portadores da Sua Mensagem para todo o mundo.

E foi Cristo quem primeiro lhes chamouApóstolos :

- “Quando nasceu o dia, convocou os discípulos e escolheu doze entre eles aos quais deu o nome de Apóstolos”. (Lc.6,13).

A palavra hebraica saliah que foi traduzida por Apóstolo, significa aquele que foi encarregado de cumprir uma missão, actuando em nome daquele que o enviou.

Assim, um Apóstolo é aquele que dá testemunho da verdade de Cristo, da Sua Ressurreição e da Sua Ascensão aos Céus.

Antes do Pentecostes os Apóstolos, receberam os ensinamentos, a Mensagem, e depois deram testemunho d’Aquele que os ensinou e enviou.

S. Pedro definiu o Apóstolo como a testemunha da Ressurreição de Cristo.

Quando foi preciso eleger outro Apóstolo para substituir Judas o traidor, Pedro disse :

- “É indispensável portanto que, dentre os homens que nos acompanharam durante todo o tempo que o Senhor Jesus viveu no meio de nós( ... ) um deles se torne, connosco, testemunha da Sua Ressurreição”. (Act.1,21-22).

Portanto, inicialmente foram doze os Apóstolos, assim apontados por S. Lucas no seu Evangelho :

- “Simão Pedro e André, (seu irmão), Tiago maior (filho de Zebedeu), João (irmão de Tiago), Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tiago menor (filho de Alfeu), Judas Tadeu (irmão de Tiago), Tomé, Simão o Zeloso e Judas Iscariotes que foi o traidor”. (Lc. 6,13-15).

E ainda S. Lucas nos Actos dos Apóstolos, acrescentou :

- “Depois tiraram à sorte, e a sorte caiu em Matias que foi incluído entre os onze Apóstolos”. (Act. 1,26).

Também deram este nome de Apóstolo a S. Paulo, em virtude do seu chamamento especial e sobretudo da sua missão Apostólica pelo que lhe mereceu o nome de Apóstolo.

E ainda a S. Barnabé pelo papel importante que teve na expansão da Igreja :

- “Era um homem de Deus, cheio do Espírito Santo e de fé”. (Act. 11,24).

Os Apóstolos receberam os ensinamentos de Cristo, a jurisdição e a autoridade para fundarem a Igreja de Cristo.

Eles foram os primeiros bispos e os seus sucessores, os bispos da Igreja Católica de hoje, recebem deles a sua plena autoridade para ensinarem, directamente deles.

De uma maneira geral também se dá o título de Apóstolos, aos missionários e a todos quantos estão encarregados de alguma missão apostólica. E ainda mais genericamente a todos quantos se empenham na expansão da fé, porque todos fazem apostolado.

O Catecismo da Igreja Católica, diz :

75. - "Cristo Senhor, em quem toda a revelação do Deus altíssimo se consuma, mandou aos Apóstolos que pregassem a todos como fonte de toda a verdade salutar e de toda a disciplina de costumes, o Evangelho, antes prometido pelos profetas e por Ele cumprido e promulgado pessoalmente, comunicando-lhes assim os dons divinos". (DV 7)

863. - Toda a Igreja é apostólica, na medida em que, através dos sucessores de Pedro e dos Apóstolos, permanece em comunhão de fé e de vida com a sua origem. ( ... ) Todos os membros da Igreja, embora de modos diversos, participam desta missão. ( ... ) Chamamos "Apostolado" a "toda e qualquer actividade do Corpo Místico" tendente a "alargar o Reino de Cristo na Terra inteira". (AA 2)

Portanto é Apóstolo, todo aquele que é chamado ao Apostolado, em qualquer actividade do Corpo Místico.

São muitas as referências do Novo Testamento aos primeiros Apóstolos.

Além dos Apóstolos havia ainda outras pessoas associadas para o serviço do Apostolado que se chamavam os Discípulos.

OS DISCÍPULOS

O termo genérico de Discípulo, uma palavra que vem do latim Discipulus e que significa Estudante, refere-se a qualquer estudante de qualquer disciplina ou de qualquer ensino ministrado por um professor.

Portanto um Discípulo está sempre relacionado com um Professor.

No Novo Testamento, quando se fala nos Discípulos é em referência aos 72 que receberam instrução de Cristo e que Ele enviou à Sua frente :

-Depois disto, o Senhor designou outros setenta e dois discípulos e enviou - os dois a dois à Sua frente, a todas as cidades e lugares onde Ele havia de ir”.(Lc.10,1).

Noutro lado afirma categoricamente o Catecismoda Igreja Católica :

1816. - O Discípulo de Cristo, não somente deve guardar a fé e viver dela, como ainda professá-la, dar seguro testemunho dela e apregoá-la,. “Todos devem estar dispostos a confessar a Cristo diante dos homens e a segui-l’O no caminho da cruz, em meio das perseguições que nunca faltam à Igreja”(LG 42)...

2233 . -. - Tornar-se Discípulo de Jesus é aceitar o convite para pertencer à família de Deus, para viver em conformidade com a sua maneira de viver : “Todo aquele que fizer a vontade de meu Pai que está nos Céus, é que é meu irmão e minha irmã e minha mãe”. (Mt.12,49).

2470 . – O discípulo de Cristo aceita "viver na verdade", isto é, na simplicidade duma vida conforme ao exemplo do Senhor, e permanecendo na sua verdade. “Se dizemos que estamos em comunhão com Ele, e andamos nas trevas, mentimos, não praticamos a verdade”.(1 Jo.1,6).

Portanto, o principal trabalho dos Apóstolos e Discípulos era a Evangelização.

créditos: Catequista Bruno Nolasco